SUMÁRIO

  •  Por que planejar?
  • O que é planejar?
  • Onde planejar?
  • Quem planeja?
  • Como planejar?
  • Passos para o planejamento
  • Alguns aspectos importantes na organização e funcionamento do SUS a nível loco-regional.

RESUMO

A ação gerencial no setor saúde tem sido prejudicada pela falta de definição clara das políticas de saúde objetivos e metas, pela não utilização racional dos recursos e pela ausência de mecanismos efetivos de acompanhamento, avaliação e controle, agravados pela fragmentação do processo decisório existente.

Planejamento é a base para a execução, o acompanhamento, a avaliação, o controle e a gerência do sistema de saúde. Para planejar deve-se partir de um perfil epidemiológico da população e da análise dos fatores geográficos, demográficos, políticos, econômicos-sociais, culturais e institucionais que influem na saúde dos indivíduos e da comunidade.

Devemos planejar as Ações Integradas de Atenção à Saúde.

O planejamento deve ser de forma ascendente, nos municípios, nos estados, no nível federal.

O planejador é aquele que tem a responsabilidade político administrativa direta e indireta de resolver o problema e garantir a saúde da população, quem conhece e tem experiência (técnicos) e quem sofre os problemas (usuário), portanto, planeja quem executa, com envolvimento e participação da comunidade.

Para planejar pode-se seguir alguns passos:

1. Análise da realidade, levantamento dos problemas de saúde, dos recursos disponíveis e identificação dos principais responsáveis.

2. Descrição e explicação dos problemas de saúde, suas causas, consequências e pontos críticos.

3. Definição dos objetivos e metas a serem atingidas (resultados esperados).

4. Identificação das atividades a serem executadas e dos entraves para enfrentar cada problema.

5. Definição dos recursos necessários das fontes de financiamento.

6. Estabelecimento do cronograma de execução de atividades.

7. Estabelecimento e implantação do sistema de acompanhamento, avaliação e controle do plano (sistema de monitorização).

Documento na integra...
Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Planejamento local. Brasília, 1990. 13p. (ABC do SUS, No. 2).


 
 
 
 
 

Visitantes

Temos 33 visitantes e Nenhum membro online